X Institucional para Loja
atendimento online
 

(11) 3579-2999
(11) 3508-2900

São Paulo - Capital
e região metropolitana

0800 882 4030*

Demais localidades do país
*Somente de telefone fixo

Nova regulamentação da ANS

Planos de saúde são obrigados a incluir novo rol de medicamentos segundo a nova regulamentação da ANS.

Descarte de medicamentos

Hoje, foi divulgado que a Amil foi condenada a pagar remédio de R$ 3 mil contra câncer. A operadora foi punida por não ter cumprido a decisão judicial que a obrigava a cobrir medicamento para uma de suas beneficiárias, que acabou morrendo. O medicamento que a Amil foi obrigada a pagar. O Faslodex, não está no rol de medicamentos que a ANS incluiu como obrigatórios, mas mesmo assim terá que pagar. Esta condenação abre precedentes para outras do mesmo tipo e é um marco no mercado de saúde.

 

A medida também abre oportunidades. Andre Kina, fundador e presidente da 4BIO, enxergou o novo cenário como uma oportunidade de crescimento. Ele desenvolveu uma solução, o 4BIO Care, que ajuda os planos de saúde a controlarem se os pacientes estão tomando mesmo os medicamentos de uso oral, como os oncológicos por exemplo. 

 

O objetivo do 4BIO Care é ser uma ferramenta para a diminuição de custos totais das operadoras de saúde, que fará o acompanhamento completo do paciente, garantindo o controle do uso adequado de seus medicamentos, desde o momento de entrega em domicílio, até por meio do esclarecimento de dúvidas e orientações sobre a medicação via telefone e, se necessário for, por meio de visitas domiciliares para aplicação do produto em todo o território nacional.

 

Alessandra Reichelmann, advogada especialista em direitos difusos e coletivos da UIB Benefícios, também pode ajudar numa possível pauta sobre assuntos de saúde. Ela é responsável pela assessoria jurídica, técnica e assuntos regulatórios junto à ANS e SUSEP. 

 

Os especialistas da UIB podem discorrer ainda sobre a importância da Operadora quanto ao cumprimento das decisões judiciais, ainda que em liminar, e sobre as mais diversas vertentes do assunto.

 

Além disso, vale comentar que UIB Benefícios fornece um serviço chamado de GESTÃO DE CASOS CRÔNICOS – GDC, QUE OFERECE consultoria médica específica, o que exige conhecimento técnico e entendimento amplo da rotina em consultório médico, centro cirúrgico, ambientes hospitalares, das operadoras de planos de saúde, conhecimento da legislação vigente, Normas Técnicas, regulamentação da Anvisa, Ministério da Saúde e Vigilância Sanitária. Dentre outros pontos, o serviço faz a administração de casos de alto custo – home care, gestão operacional de planos médicos, suporte técnico à execução dos processos de autorização prévia e acompanhamento dos eventos de alto custo e/ou alta complexidade.

 

Estes tipos de serviços oferecem ao paciente um melhor atendimento e reduz custos em toda a cadeia de serviços de saúde.

 

 

Responsabilidade Social
Siga-nos