FAQ – Dúvidas frequentes 4BIO

Confira abaixo as perguntas mais frequentes
sobre a 4BIO e suas respostas:

 

1. Enquanto os medicamentos estão na empresa, como são conservados?

Todos os medicamentos são conservados atendendo às exigências dos laboratórios fornecedores.
Os medicamentos que chegam refrigerados dos laboratórios são mantidos na mesma forma e são monitorados
constantemente por nossas farmacêuticas. Os medicamentos não refrigerados são mantidos em ambiente climatizado.
A 4BIO possui gerador de partida automática que permite manter as condições ideais de conservação
mesmo no caso de falta de energia elétrica.

 

2. Como faço para adquirir meus medicamentos com a 4BIO?

Tendo em mãos a receita médica, a aquisição de medicamentos é feita através dos telefones 11 3079-2999 ou 11 3508-2900.
Nossas atendentes são treinadas para prestar o melhor serviço no atendimento. Você também pode adquirir pela nossa loja virtual: www.loja4bio.com.br.

 

3. De que forma é conservado o medicamento durante o transporte?

As embalagens são térmicas e possuem chips acoplados para medir as temperaturas e, assim,
conservar e assegurar a qualidade dos medicamentos que serão transportados por todo o Brasil.

 

4. Quais as formas de envio dos medicamentos?

O envio de medicamentos pode ser feito através de entregadores, Sedex, transporte aéreo e rodoviário.
É sempre levada em consideração a necessidade de cada região.
A empresa contratada para realizar as entregas tem autorização da Vigilância Sanitária Municipal e possui farmacêutica responsável.

 

5. A 4BIO é autorizada pela Vigilância Sanitária Municipal e pela ANVISA?

Sim, a 4BIO é autorizada tanto pela Vigilância Sanitária Municipal quanto pela ANVISA.

 

6. A 4BIO é representante oficial dos laboratórios?

Sim, temos cadastro e compramos diretamente dos principais laboratórios fornecedores de medicamentos.

 

7. A nota fiscal acompanha os medicamentos?

Toda medicação segue com Nota Fiscal Eletrônica, atendendo às exigências legais.

 

8. Existe um programa de qualidade total na 4BIO?

Sim, toda a equipe está envolvida no processo de melhoria contínua e na certificação ISO 9001:2008.

 

9. Se a receita médica do medicamento sujeito a controle especial não estiver devidamente preenchida, o que devo fazer?

Durante a consulta, verifique com o seu médico se os dados da receita estão preenchidos corretamente.
Se a receita não estiver devidamente preenchida, o farmacêutico não poderá liberar a venda e irá orientá-lo
a entrar em contato com o seu médico, ou ele mesmo o fará, para trocar a receita.
O medicamento só será dispensado mediante a receita correta.

 

10. Como fazer o descarte de seringas e agulhas?

Logo após o uso, descarte todas as seringas com agulhas em recipiente de paredes rígidas (vidro ou garrafa plástica com tampa).
Identifique o recipiente como “material contaminado”. Quando cheio, entregue o recipiente em um posto de saúde ou na farmácia municipal, para ser incinerado ou aterrado.

 

Evite riscos: não reutilize seringas e agulhas. O reúso de seringas e agulhas pode resultar em sérios riscos para os usuários,
além de prejudicar a eficácia dos medicamentos.

 

Seringas reutilizadas permitem erros na dosagem do medicamento, pois apresentam desgastes na escala,
perda da marca do fabricante e vazamento de ar e líquido através do êmbolo (pistão).

 

Agulhas reutilizadas perdem sua capacidade de penetração na pele, causando dor ao usuário durante a aplicação, pois o bisel é danificado
e sua lubrificação (silicone) perdida durante o primeiro uso. As sobras de fluidos no interior da agulha já utilizada podem favorecer
a contaminação microbiana e ainda provocar o seu entupimento com a cristalização de materiais internamente.

 

O descarte das seringas, agulhas e outros produtos de uso único feito de forma segura minimiza os impactos ambientais e evita
o risco de acidentes e doenças para os usuários, profissionais da saúde e da limpeza urbana.

 

11. Como fazer o descarte de medicamentos?

O descarte incorreto de medicamentos traz diversos riscos à saúde, principalmente de crianças ou pessoas carentes
que possam reutilizá-los.
O reúso indevido desses medicamentos causam reações adversas graves e intoxicações,
entre outros problemas, além de agredir o meio ambiente e contaminar o solo. Então, como descartar?

 

1- Verifique na sua casa a data de vencimento de seus medicamentos;
2- Separe os vencidos e aqueles que você sabe que não serão mais usados;
3- Descarte agulhas e seringas em embalagem apropriada (Descarpack);
4- Leve-os com suas respectivas caixas a uma farmácia ou posto de saúde que possua um ponto de coleta de medicamentos.

 

Ao descartar no lixo comum, na pia ou no vaso sanitário, você contribui, mesmo sem saber, com um grave problema de saúde pública, por isso, é importante a conscientização de toda a população sobre o descarte correto dos medicamentos.